quinta-feira, 26 de abril de 2012

Canais largos

Essa imagem, mais uma vez é uma porção do mapa base de mosaico global feito com o instrumento MDIS que adquiriu dados durante o primeiro ano da missão da sonda MESSENGER na órbita de Mercúrio. De particular interesse na imagem acima, podemos notar o vale de interior plano com tendência para sudeste no centro da imagem, que começa perto de algumas depressões na parte superior esquerda da imagem e se conecta com a cratera Kofi, na parte central direita. Esse vale é interpretado pelos cientistas da missão MESSENGER como sendo um largo canal de lava, formado pela erosão mecânica e térmica da superfície de Mercúrio pelas lavas quentes de baixa viscosidade e de fluxo rápido. As cavidades na parte superior esquerda podem ser as fontes para os fluxos de lava que formaram o canal, esses fluxos então preencheram a cratera Kofi na outra parte terminal do canal. Outro canal de lava com a tendência similar de sudeste, localiza-se na parte superior direita da imagem e além disso existe um total de cinco canais largos nessa região. Determinar como esses canais se formaram, quão rapidamente eles deram forma para a paisagem, e como eles estão relacionados com outras feições vulcânicas em Mercúrio, como a expansiva planície suave próxima, é importante no entendimento do papel do vulcanismo em Mercúrio. Além disso, canais largos como esses não parecem existir em qualquer lugar de Mercúrio, fazendo dessa região uma região localmente interessante.

Créditos: MESSENGER

Nenhum comentário:

Postar um comentário